Subcisão

Imagem em close da coxa direita de uma mulher branca. Com as duas mãos ela pressiona a parte superior da coxa onde é possível ver a celulite. A mulher usa um short preto e o fundo da imagem é branco.

O que é a Subcisão?

A Subcisão é uma técnica cirúrgica feita em consultório. Ela é muito utilizada para corrigir alterações no relevo da pele, como cicatrizes de acne, rugas profundas e, principalmente, a celulite de grau III ou graus mais elevados. A Subcision, como também é conhecida, é bastante eficaz na melhora do relevo, pois atua por meio do rompimento dos septos fibrosos – que puxam a superfície a derme para baixo -, deixando um aspecto de pele lisa e saudável.  

Como se forma a celulite?

A Subcisão é um dos melhores procedimentos quando se trata de celulite de grau avançado, além das cicatrizes que formam depressões da pele. A incômoda celulite é resultado do acúmulo de gordura e flacidez, que diminuem a circulação linfática, especialmente na região dos glúteos e coxas.

A temida aparência de “casca de laranja” acontece por causa da distribuição do tecido adiposo na hipoderme (camada mais profunda), que se organiza em feixes verticais. Esses feixes são separados pelos septos fibrosos, responsáveis por ligar a pele ao músculo, formando câmaras. As câmaras, por sua vez, possuem regiões com mais e menos volume, consequência do tensionamento promovido pelas fibras, o que causa as características ondulações da celulite.

Como é feita a Subcision?

Na Subcisão é introduzida uma agulha bisturizada sob a pele anestesiada, que rompe o tecido fibroso e secciona os vasos sanguíneos, por meio de movimentos específicos, provocando hematomas. O rompimento das fibras redistribui os adipócitos e desfaz a tensão, enquanto os hematomas estimulam a formação de um novo tecido conjuntivo, que preenche o local.

Esse tecido conjuntivo é rico em colágeno, responsável pela sustentação e tônus da pele. Assim, quando a região de tratamento estiver recuperada, o local apresentará uma redução de deformidades no relevo da pele.

De acordo com o tamanho da área a ser tratada, a Subcisão pode ser realizada no consultório médico ou em ambiente hospitalar. Esse fator também influencia na anestesia, que pode ser local, peridural ou geral. Geralmente, o procedimento dura entre 30 e 60 minutos, e o paciente pode ir para casa ainda no mesmo dia.

Como é o pós-operatório?

O paciente deve repousar após a Subcision. Dentro de uma semana é possível retomar atividades rotineiras, mas a prática de exercícios permanece vetada por, pelo menos, 14 dias. Durante 30 dias, dependendo de cada caso, é necessário utilizar uma malha compressora para limitar a extensão dos hematomas e promover uma recuperação mais rápida.

É normal que esse procedimento deixe algum inchaço nas áreas trabalhadas, além dos hematomas. Essas marcas costumam desaparecer da pele dentro de duas ou até três semanas. Os resultados finais levam cerca de três meses para aparecer. Em alguns casos, dependendo do quadro do paciente, pode ser necessário fazer mais sessões, com intervalo de dois meses entre uma e outra.

Quanto custa a Subcisão?

Não é possível determinar de antemão o preço da Subcisão. O valor do procedimento pode variar de acordo com o local a ser tratado e o número de sessões necessárias para chegar aos resultados almejados pelo paciente. Por tudo isso, é imprescindível fazer uma avaliação médica com um profissional capacitado, para obter o diagnóstico específico.

Nessa primeira consulta, o médico vai analisar cada caso em detalhes, levando em conta as características únicas de cada pessoa. Depois disso, determinará a quantidade de sessões necessárias para atingir o melhor resultado na região, bem como o preço do procedimento.

O que você deseja para o seu corpo?

Na Clínica Dra. Ana Julia Gassen você encontra protocolos personalizados para as suas necessidades.

Open chat