Dermatoscopia

mãos de uma mulher que segura um dermatoscópio com a mão direita e apoia o instrumento na mão esquerda, veste um jaleco branco e tem as unhas pintadas de vermelho

O que é Dermatoscopia?

A Dermatoscopia é um exame clínico realizado com o objetivo de enxergar a pele e suas estruturas com maior detalhamento, permitindo uma visualização precisa de possíveis lesões cutâneas. O procedimento é feito com um instrumento chamado dermatoscópio, um microscópio que possui uma fonte de luz que permite observar uma lesão com um aumento de até 40 vezes do seu tamanho. Nos consultórios, a maioria dos médicos utiliza dermatoscópios portáteis para consultas de rotina de seus pacientes.

Quais são as vantagens da Dermatoscopia?

Além de ser um método de diagnóstico não invasivo, sem corte ou biopsia, a Dermatoscopia proporciona uma visão em profundidade que facilita a análise de manchas e pintas, tanto as visíveis como as não visíveis a olho nu. Assim, possibilita a identificação cada vez mais precoce do câncer, tanto melanomas quanto carcinomas, e, consequentemente, maior possibilidade de cura do paciente.

Quando feito por profissionais capacitados e experientes, é um exame com altíssima precisão diagnóstica, fato que preserva o paciente de cirurgias desnecessárias. Além disso, por permitir a digitalização da imagem no computador, é possível o médico dermatologista criar um banco de dados com as lesões do paciente e, desse modo, fazer o acompanhamento.

Em quais casos se realiza?

A Dermatoscopia, por ser um procedimento de imagem que auxilia na identificação de tumores cutâneos. É empregada de forma geral para avaliar detalhadamente lesões, tais como manchas com superfícies irregulares ou áreas de variação do pigmento, em busca de suspeitas de câncer de pele, como um melanoma maligno.

Outro tipo de lesão são algumas alterações da pele que envolvem os vasos sanguíneos, como as hemangiomas, que estão relacionadas à dilatação dos capilares da pele e crescem como verrugas vermelhas ou roxas.

O exame também é utilizado na verificação de lesões infecciosas da pele, como escabiose, úlceras de leishmaniose e verrugas, como as provocadas por HPV (papilomavírus humano).

Quem deve ficar mais atento à realização da Dermatoscopia?

Todas as pessoas deveriam consultar um dermatologista regularmente; porém, aquelas que possuem muitos sinais (pintas), histórico pessoal ou familiar de melanoma, ruivas ou loiras de olhos claros e que tenham sofrido queimaduras solares desde a infância devem ficar ainda mais atentas ao cuidado da pele.

A Dermatoscopia, atualmente, também é um recurso para avaliação de queda de cabelo e doenças das unhas, entre outras questões. Procure sempre um especialista e tire suas dúvidas.

O que você deseja para o seu corpo?

Na Clínica Dra. Ana Julia Gassen você encontra protocolos personalizados para as suas necessidades.

Open chat